You are currently browsing the category archive for the ‘As praias’ category.

Continuando com as praias de Barbados (aqui está a 1ª parte das praias), agora iremos sentido contrário. Seguindo de Accra Beach (A – que foi nosso ponto de partida) sentido Brigdetown.

Carlisle Bay (B):

Entrada do Estacionamento de Carlisle Bay

Essa praia, que já comentei aqui no blog, fica coladinha com Brigdetown e bem perto do porto. A praia é bonitinha (o Hotel Hilton fica nessa praia) mas realmente acho que vale mais a pena investir em outras das praias paradisíacas da ilha.

Carlisle Bay com vista para Brigdetown

No nosso último dia fizemos um passeio de barco por algumas praias e em Carlisle Bay  fizemos snorkel. Surpreendentemente foi muito legal!!! Nessa praia tem dois náufragos; um era um barco de eventos e festas e outro um barco clandestino que trazia drogas para a ilha. Além disso, a área está cheia de peixes coloridos e diferentes e até tartarugas.

1 Vista do barco da praia de Carlisle, ao fundo Hilton Hotel | 2 Foto do náufrago do barco de festas

3 Tartarugas ficam em volta do barco… | 4 assim como as dezenas de peixinhos diferentes

Esse snorkel é bem perto da praia em si, então nem precisa fazer o passeio de barco, apenas nadando é possível fazer esse snorkel.

Brandon Beach (C):

Brandon Beach

Passando Brigdetown, Brandon Beach é a primeira praia e se destaca no visual. Linda, com água verde esmeralda, espaço para estacionar amplo, e até banquinhos e mesas para um piqniq. E ainda com vista para Brigdetown

Payne’s Beach (D):

Uma das praias mais bonitas da ilha, após Crane Beach. Cheia de mansões, casarões, hoteis exclusivos e reservados, restaurantes bacanudos. Lindo demais. A partir desse ponto as águas são mais calmas, ótimas para banho e snorkel. Acho que melhor do que falar é mostrar as fotos.

Mansões vista do mar

Essa praia é mais escondidinha, então para chegar até Payne’s Beach siga de Brigdetown sentido Holetown quando perceber as casas grandes e bonitonas e muitos restaurantes charmosérrimos pare, estacione o carro e caminhe até a praia por entre os prédios.

Aqui também tem belas opções de hospedagem. Além de uma linda praia, estará na parte mais bonita da ilha e com ótimas opções de compras (por estar bem perto de Holetown) e de restaurantes; porém também uma das partes mais caras da ilha.

Holetown (E)

Esse lado oeste da ilha, após a capital, tem um ar meio europeu, diferente do ar agitado e prédios caindo aos pedaços de Bridgetown. Por essa região é onde ficam as lojas de marca, comércio mais legal e até com uns shoppings bacaninhas.

Chegando em Holetown

Mais legal do que gastar tempo na areia dessa praia, aproveite a tarde para fazer compras por aqui. Em Holetown tem várias agências de turismo para agendar passeios e até day trips para outras ilhas do Caribe. Para compras, exitem lojas duty free que são o máximo, com marcas bacanas a preço melhores ainda. Não sabia que por ali existiam essas lojas e entrei por curiosidade, não preciso nem dizer que sai carregada de sacolas né!? Realmente vale a pena.

Ao sair da cidade, a pitoresca igrejinha de São Franscisco

Mullins Beach (F):

Entrada da praia e do clube exclusivo

Praia numero 3 no meu raking. Por ser mais afastada é bem mais calma e sem multidões de pessoas. Nesse lado da ilha como as águas são mais tranqüilas é ótimo para um mergulho. E ainda com um restaurante na beira da areia delicioso para não perder nem um segundo dessa paisagem linda.

Praia de Mullins e a entrada do restaurante

Mullins Beach é uma faixa de areia pequena e ótimo para passar um fim de tarde tomando um drink do clube que existe na praia e que serve coquetéis e aperitivos na beira da praia.

E as cadeiras de aluguel em Mullins

Como deu para perceber reservamos nossos dias em Barbados para conhecer o que a ilha tem de melhor: suas praias.

Claro que não conseguimos ir em todas, mas acredito que conseguimos cobrir as mais bonitas e mais legais da ilha, sendo 1 semana mais do que suficiente para atingir todas as áreas.

Enfim, Barbados vale muito a pena, com vistas e praias incríveis.

• As primeiras impressões

• Dirigindo em Barbados

• Dicas de restaurantes

• Bridgetown – a capital

• As praias (parte I)

• As praias (parte II)

•• O blog foi destaque no portal eletrônico Visite Barbados (para ver o post clique aqui)

Anúncios

Barbados tem praias para todos os gostos. Tem praias para descansar e aproveitar o sol, praia para surfar, praia para mergulhar e achar naufrágos. Praia sem onda para crianças, praias com ondas.

Como já disse aqui no blog, alugamos um carro e fomos explorar a ilha. Se não parar em nenhuma praia consegue percorrer Barbados inteira em 1 dia.

Porém como queríamos explorar as praias e tínhamos 1 semana para fazer o roteiro inteiro, fomos parando e aproveitando as diferenças de cada praia. Abaixo fiz um pequeno resumo de cada praia que passamos e o que mais gostamos. (começei pelas praias que ficavam em direção ao Accra – Aeroporto)

Accra Beach (A):

Praia de Accra Beach

Como ficamos em Accra Beach, então todo o nosso planejamento partiu de lá. A praia é uma delícia com ondas pequenas, cor verde esmeralda. Além de alguns hotéis por lá ainda existe uma Sidewalk de madeira de frente para o mar cheio de barzinhos e restaurantes deliciosos a poucos metros, inclusive o novíssimo Tapas, que eu já escrevi por aqui.

Acho que por isso que gostei tanto dessa praia, podíamos ir a pé que de todos os lados tinham belas opções de café da manhã (somos adeptos a tomar café da manhã fora do hotel, então era uma mão na roda), almoço e jantar; além de acordar com uma vista linda para o mar.

Oistins (B):

Seguindo para o lado contrário da capital Brigdetown, sentido aeroporto, seguimos pela estrada que margeia o mar e paramos em Oistins; uma vilinha de pescadores, com o mar também esverdeado lindo!!! 

Com um trapiche propício para fotos. porém não achei um lugar legal para banho justamente por causa dos pescadores e da estrada bem rente ao mar; mas por ali fica Lawrence Gap, um local para quem quer agitação, cheia de lojinhas e feirinhas, além de barzinhos que ficam até tarde abertos. 

Se estiver de carro, até o Oistins é legal pegar a estrada que segue o mar, tem vistas lindas que valem a pena.

O difícil nessa estrada é se concentrar no trânsito

Crane Beach (C):

Chegada a Crane Beach

Essa sim é “A” praia de Barbados, na minha opinião a praia mais bonita de lá. 

O principal motivo é por que não é tão fácil assim chegar até lá. Além de ter que desviar da rua principal e entrar em uma secundária bem estreitinha (onde Graças a Deus não entram ônibus lotado de turistas); ainda tem a dificuldade de chegar propriamente na praia, pois é preciso caminhar sobre pedras improvisadas.

Caminho sobre as pedras para chegar até a praia

Adorei, passamos o dia inteirinho por lá!! Na ponta perto da entrada da praia é a parte mais calma, tranquila e deserta da praia. Para mim a parte perfeita. Caminhando até o final você encontra as cadeiras do Condomînio / Hotel Crane Beach… mais lotadinho, mas também nem tanto.

O legal é que você pode aproveitar a estrutura de restaurantes/ bar/ lojinhas do Condominio mesmo não estando hospedado por lá. Mas o que vale mais a pena mesmo é a vista!!! Como o Condomínio fica situado em um defiladeiro sobre a praia, a vista é incrível e com certeza vale pelo menos a passadinha.

A vista do alto da Crane Beach

• A partir de Crane Beach inicia-se uma parte de paredões imensos com o mar lááá embaixo, não achamos acesso à praia, mas sim faróis mau cuidados e vistas espetaculares do mar.

Bath Beach (D)

Praia com ótima infra estrutura

Até chegar a Bath Beach. Uma praia com MUITA infra estrutura. Banheiro, barzinho, local para piquiniques. Muito legal mesmo. O mar é muito agitado, com ondas fortes. Aqui a cor do mar já deixa de ser o verde claro e passa a ser de um azul bem escuro. Com árvores por todos os lados e uma faixa pequena de areia. Gostei muito dessa praia também, com uma paisagem incrível e completamente diferente do que tínhamos visto até então.

• Bathsheba (E)

Essa praia é uma das mais famosas por ser lá onde existe um dos cartões postais de Barbados. A enorme pedra cuja base foi totalmente escavada pelo mar e é impressionante saber como ainda se sustenta em pé. Existem várias delas pela praia inteira, mas a maior é incrível.

Apesar de ser bem famosa, não achei muita infra estrutura. As poucas lojinhas e restaurantes que existiam estavam fechados. Mas mesmo assim existiam alguns artesões na rua vendendo souvenirs.

A praia em si é bem bonita e diferente de tudo, porém não atrai muitos banhistas (talvez por isso a falta de infra estrutura) já que a praia é cheia de pedras, que impedem um pouco a entrada no mar. Além disso o mar é bem agitado, bom para o surfe. 

As famosas pedras de Bathsheba

• OBS: Nas praias de lá não tem cadeiras ou guarda-sol disponível, mesmo quando existe cadeira de restaurante o mesmo deve ser alugado. Em todas as praias existe essa facilidade e o preço fica na média de US$ 10,00 duas cadeiras e um guarda sol durante o dia inteiro.

• As primeiras impressões

• Dirigindo em Barbados

• Dicas de restaurantes

• Bridgetown – a capital

• As praias (parte I)

• As praias (parte II)

•• O blog foi destaque no portal eletrônico Visite Barbados (para ver o post clique aqui)

Quer falar comigo???

carpediem.blog@hotmail.com

Destinos

Redes Sociais

Twitter Button from twitbuttons.com

O Carpe Diem também faz parte do…

portal
bloglovin

Campanhas!

Mais fotos...