You are currently browsing the category archive for the ‘Noções Gerais’ category.

Como todos já sabem uma coisa que impressiona muito no Japão é a eficácia em tudo. Tudo é muito pontual, muito correto, muito certo.

Por isso é imprescindível acertar o seu relógio com os relógios das estações de trem… E vai por mim… você vai precisar.

Se o trem, metro ou shinkansen (famoso trem bala) estiver marcado para chegar a sua estação as 15:03 tenha certeza de que ele chegará exatamente nesse horário, nada de 15:05 ou 15:02; será 15:03. É impressionante como nunca dá errado…

No ticket do shinkansen se diz que o seu destino está marcado para chegar as 17:09…. você pode inclusive colocar seu celular para despertar e se preparar para sair nessa hora, sem sequer olhar no visor o nome do destino.

Portanto é bem importante se programar… para ter certeza de que nao vai perder o trem bala ou qualquer outra atração ou mesmo o trem/metro de volta. Para isso tenho a ferramenta perfeita.

No site Hiperdia você encontra não só o horário dos trens mas toda a troca de estações e/ou trens que você precisará fazer.

Para fazer a busca basta colocar a estação que estará e a estação que se quer chegar (pode ser em outra cidade também) e ele lhe dará os horários exatos que cada trem chegará na sua estação e na estação destino.

Bem importante brincar com essa ferramenta antes de ir ao Japão para não se perder nos horários.

Por exemplo, quando comprávamos o trem bala ele saia da estação de shinagawa certo horário, então estravámos nesse site e colocávamos o horário que tinhamos que estar na estação de shinagawa e a estação em que estávamos (no nosso caso geralmente era shibuya) e voilá… tinhamos todas as rotas e os horários que cada trem saia de cada estação… e acredite sempre dará certo.

Está sem internet no Japão??? (o que acredito que seja muito difícil por que todos os hotéis que vimos tinha internet no quarto free, só não esqueça de levar o note) Não tem problema algum, peça para o pessoal do JR pass te passar os horários dos trens da linha JR… eles fazem o mesmo serviço para você com um sorriso no rosto.

Shinkansen na estação em Shinagawa

Anúncios

Há várias vantagens de viajar de trem bala:

– Todos os tickets (a não ser dos trens Nozomi) estão cobertos pelo JR Pass portanto você viaja para onde quiser e não paga um centavo a mais;

– Os trens são todos super pontuais e não exigem check-in, então você não precisa chegar 1 hora antes como no caso de viagens de avião;

– Existem shinkansen a cada 10 – 20 minutos para os principais destinos portanto você não precisa fazer reserva ou comprar muito antes… em todos os casos chegávamos na estação e comprávamos o ticket para o próximo…o máximo que esperamos foi 30 minutos, isso por que não queríamos viajar em um vagão fumante e ainda se perder o trem sempre tem o próximo a poucos minutos;

– As poltronas inclinam bem mais do que avião e os espaços para as pernas são bem maiores, portanto você se acomoda bemmmmm melhor.

O problema fica na questão das malas:

Na parte de cima existe uma espécie de maleiros (tipo aquelas em ônibus) onde é possivel acomodar até uma mala pequena sem problema algum, além de todos os seus pertences de mão. 

Na parte de trás da última poltrona existe um espaço onde se pode guardar a mala e até dependendo o tamanho da mala tem espaco para ficar na frente das suas pernas sem problemas.

O maior problema não é mala no trem bala… o maior problema é chegar com a mala até a estação que o shinkansen vai sair… Se o seu hotel for bem próximo da estação, ótimo… caso contrário a multidão é tanta nessas estações, além das escadas, degraus, afffff me canso só de pensar…. Fora o peso da mala ne?!!? (se você for que nem eu que leva o armário inteiro)

Eu bem que tentei nessa viagem fazer uma mala mais compacta e leve (JURO)… Não deu muito certo… Se bem que para o meu padrão até que as malas ficaram levíssimas… mas como seriam cerca de 15 dias no Japão mais 5 dias na china entre amostras para fornecedores e presentes a mala ainda ficou pesada (devo admitir)… então decidimos que acharíamos outra forma de resolver o problema das malas….

E foi a melhor coisa que fizemos…. é claro que se paga um preço, muitas vezes não muito barato… mas foi o jeito que arrumamos e se voltássemos lá com certeza faríamos o mesmo.

O nome do jeitinho milagroso chama-se TAKYUBIN que nada mais é do que o correio japonês… 

Na maioria dos hoteis eles mesmo te ajudam… você pede para enviar a mala para o seu próximo destino pelo TAKYUBIN, entrega o endereço do hotel que deseja que eles entreguem, deixa a mala, recebe o comprovante e 1 dia depois aguarde que sua mala estará no seu quarto de hotel.

Sim… é simples assim mesmo!!!

No comeco ficamos meio receosos e tal… principalmente pelo fato de demorar 1 dia… mas nada poderia dar mais certo.. Fizemos uma malinha de mão com as coisas básicas que precisaríamos para esse dia que ficaríamos sem mala (não esqueça das coisas de valor também) e lá partimos; as malas chegam antes mesmo de você fazer o check-in e a maioria dos hotéis ainda deixam elas direto no seu quarto.

RÁPIDO, PRÁTICO E SEGURO.

Acho que uma das principais preparações que se pode fazer antes de viajar para o Japão é sem dúvida nenhuma adquirir o JR Rail Pass. Ele é um anjo salvador dos turistas não só na cidade mais cara do mundo (Tokyo) como em toda as cidades do Japão.

Esse passe garante transporte entre todas as cidades do Japão utilizando os shinkansens (trens bala), permite que você se desloque dentro das cidades quando for usar as linhas da JR e ainda inclui o ferryboat entre Hiroshima e a ilha de Miyajima. Com isso o turista economiza e muito; mas atenção: esse passe só está disponível para aqueles que vão ao Japão com visto de turista. E não é válido para os trens bala Nozomi (que são os mais rápidos).

O transporte público é excelente. Existe trem para todo o lado das cidades, porém o grande defeito é que nada é integrado, portanto toda a hora que você desce em uma estação para trocar de trem você deve pagar novamente a tarifa cujo preço vai depender da distância que você vai percorrer. Na frente das máquinas de compra de ticket (sim lá é tudo na base da máquina) vai ter um enorme quadro com todas as linhas saindo e chegando a estação que você está. Em cada estação você encontra o preço que deverá pagar.

Muitas vezes esses quadros estão apenas em japonês, quando você ficar na duvida de qual o valor deverá pagar sempre pague a tarifa minima. Quando chegar na estação de destino passe em uma das máquinas que ficam perto da saída chamadas de Fare Adjustment e ele te dirá se deve pagar algo a mais ou não.

Porém se você tem o passe você pode andar quantas vezes quiser em quantas estações desejar que, SE FOR LINHA JR, não pagará nada. Basta apresentar o passe para os guardinhas na entrada e na saída das estações. Eles ficam bem ao lado das catracas.


Grifei bem o fato de ser JR Line por que em todas as cidades há as linhas de metro e as linhas privadas, dentre estas a da JR Line. Portanto esse passe não serve para as linhas de metro. Não que isso vá fazer diferença já que há linhas JR para todos os principais lugares.

Quando for comprar o passe veja exatamente qual a duração da sua estada não só em Tokyo mas no Japão como um todo. Existem passes para 7, 14 e 21 dias. E eles começam a valer a partir da data que você for em uma das agencias da JR (eu troquei na estação de Shinagawa) e pedir para validar o passe, nesta hora você vai poder decidir a partir de que data você quer que ele valha. Antes disso ele não é válido, sendo apenas um voucher!!!!!  Portanto veja direitinho as datas.

Para usar os shinkansen é um pouquinho diferente. Você deve ir a um dos pontos de venda do trem bala (como se fosse comprar normalmente) e que existem em todas as grandes estações de trem. Quando for comprar escolha o destino, o horário (para as grandes cidades existem trens balas a cada 10 – 20 minutos) e mostre que você tem o passe…. nenhuma taxa ou valor será cobrado. Se te cobrarem, algo está errado.

Geralmente os atendentes são sempre bem gentis e falam inglês o suficiente para te atender e tirar todas as suas dúvidas. Além disso, você também pode pedir os horários dos trens que você precisa pegar para chegar na estação em que precisa pegar o trem bala; para dessa forma não perder o trem (que sai pontualmente!!!!). 


Enfim… JR Rail Pass é a salvação para todo o turista não ir a falência para se locomover no Japão. Não esqueça de cuidar dele com todo o carinho, de levar para onde quer que você vá e deixá-lo sempre a mão, já que vai precisar mostrá-lo tanto na entrada quanto na saída de cada linha de metro e se for perdido você nao conseguira uma segunda via.

Jr Lines

 

Tokyo Monorail

P.S.: Clique nos mapas do metro para ver em maior tamanho.

– Multidoes para todos os lados

– Ar condicionado na maioria dos hoteis nao funciona

– A pontualidade britanica deveria se chamar pontualidade japonesa

– Trem bala foi a melhor invencao de todas

– Os elogios ao transporte publico de Curitiba nao valem nada para quem conhece o do Japao

– As ruas sao limpissimas mesmo nao existindo lixeiras

– Ninguem fuma na rua so nos fumodromos

– Calcada tambem e lugar de bicicleta

– Se não se cuidar as bicicletas atropelam mesmo

– Takyubin é a salvação dos turistas

– JR Pass é impressindivel para qualquer turista

– Os japoneses são organizados, pontuais, educados e gentis.


Quer falar comigo???

carpediem.blog@hotmail.com

Destinos

Redes Sociais

Twitter Button from twitbuttons.com

O Carpe Diem também faz parte do…

portal
bloglovin

Campanhas!

Mais fotos...