A única cidade mesmo de Barbados é Bridgetown… todo mundo fala que o aeroporto fica ali mas na verdade é até meio longinho.

Realmente não gostei muito da cidade, acho que vale o passeio, até para entender um pouco mais desse povo tão gentil, mas o forte mesmo de Barbados são as praias, sem dúvida.

Para quem está situado nas praias do oeste a primeira visão que se tem de Bridgetown é bem lindinha… aconselho inclusive parar na praia do porto, Carlisle Bay, que é lindinha e tem uma vista bem legal da cidade.

Carlisle Bay e a vista de Brigdetown

Se estiver de carro, vai dar de cara com o Portão da Independência (the Careenage), em estilo chinês e que dá acesso as atividades comerciais marítimas, como passeios de escunas, barcos menores…

Arco da Independência

Do outro lado tem um local bem legal para dar uma voltinha pelo porto

Cruzando o arco e no final do Boardwalk se vê a praça principal da cidade, a National Heroes Square, onde existe a The Lord Nelson Statue , antes conhecida como Trafalgar Square foi renomeada em homenagem aos heróis de Barbados

Atravessando a rua, fica o prédio mais bonito, o Parlamento… Realmente o prédio é muito lindo, e ainda está em funcionamento. O melhor de tudo é que o Parlamento tem tours guiados nas quartas e sextas. Infelizmente fiz o passeio na terça e não conseguir visitar, mas o prédio é tão lindo por fora que acredito que uma passadinha no tour guiado valha a pena também e ali ainda tem dois museus para você arrematar o passeio de vez.

Vista do Parlamento do National Heroes Square

O lindo prédio do parlamento

Seguindo a rua, você cai na principal rua comercial de Bridgetown, Board Street.  Por lá você encontra diversos tipos de shoppings, lojas e tudo mais o que queira. Achei realmente uma bagunça e nem quiz fazer compras por ali. Mas vi que tem lojas bem famosas, como MAC, Louis Vitton, Chanel e etc. Lembrando que por lá as lojas fecham todas lá pelas 16:00 hrs.

Realmente não gostei de fazer compras por ali, achei as ruas sujas, muita gente em cima de você, oferendo taxi e passeios, fiquei realmente incomodada, preferi guardar para os free shops e o Duty free maravilhoso da praia de Holetown.

Board Street – a rua comercial

Seguindo mais para frente fica a Catedral St. Michel. Juro que quando li sobre a catedral achei que fosse uma igreja enorme, na verdade é uma igreja bem pequena, mal conservada na fachada (apesar de que se fosse restaurada seria linda!) e por dentro ainda mais decadente, cercado por um cemetério. É uma pena a má conservação de um prédio que com certeza tem uma riqueza em histórias para contar.

St. Michel’s Cathedral

Voltando para as praias do oeste ainda tem a Casa de George Washington. Quando George Washington (sim aquela figura dos EUA) virar  o primeiro presidente de uma mega nação, ele acompanhou o primo doente até Barbados (os médicos diziam que oa ares dos trópicos fariam bem a doença) e se hospedou nessa casa que hoje virou um museu. Infelizmente por causa do horário não consegui visitar (também fecha as 16:30 como tudo) mas passei pela frente.

Ali em volta também ficam os prédios militares de Barbados, com suas lindas fachadas vermelhas e com uma série de canhões em sua volta.

Acima, um dos prédios militares e abaixo a residência do 1o presidente dos EUA

Além desses pontos turísticos, ainda são famosos a Sinagoga de Barbados e seu cemetério.

A cidade é muito caótica, não encontrei pedintes mas também não me senti segura, pelo contrário, achei muito inoportuno os taxistas ficarem atrás de você o tempo todo (muitas vezes até nos seguiam). Não gostei. Também não achamos nenhum restaurante que valha a pena comentar. Entretanto acho que vale muito a pena um passeio pelo centro da cidade, além do prédio do Parlamento (que para mim é imperdível)  e da Catedral de St. Michel é muito interessante ver como a cidade funciona, dá perfeitamente para entender um pouco do povo dessa linda ilha. Mas não perca mais que 1 tarde por lá, as praias realmente serão o ponto alto da viagem.

As primeiras impressões

• Dirigindo em Barbados

• Dicas de restaurantes

• Bridgetown – a capital

• As praias (parte I)

• As praias (parte II)

•• O blog foi destaque no portal eletrônico Visite Barbados (para ver o post clique aqui)


Anúncios