You are currently browsing the tag archive for the ‘são paulo’ tag.

Que eu adoro uma comidinha japonesa, isso não é segredo para ninguém. Então em São Paulo logo procurei de achar um japonês para chamar de “meu” restaurante e meio sem querer achamos o Dhaigo Japonese.

A comida de lá é uma delícia, o ambiente é super agradável e o atendimento bem especial.

Tem tanto rodízio quanto a la carte… e confesso que sempre que vou lá me acabo. O restaurante tem duas unidades nos bairros Itaim Bibi e Santana.

Fica a dica para quem estiver indo para São Paulo.

* Quer mais dicas legais de restaurantes em São Paulo?? Clica aqui

Alguém aí já foi no Museu da Língua Portuguesa??? Pois quem não foi e estiver por São Paulo vale a pena a visita viu!?!

E fica ali bem do coladinho da Estação da Luz que aliás merece um destaque: A estação é linda e vale a pena pelo menos uma voltinha para conhecer. E na frente da Pinacoteca. E para melhorar aos sábados a entrada é free…

Estação da Luz

O Museu é dividido em 3 andares. Sendo dois bem interativos com vários painéis explicando a origem das palavras e até mesmo a origem da Língua Portuguesa e de diversas outras línguas oriundas do mesmo local.

Tem desde vídeos, fotos, brincadeiras para saber seu nível de conhecimento… mas tudo muito divertido…



Essa é a brincadeira mais legal do Museu


O melhor é o corredor onde tem os erros de gramática, é muito engraçado ver a criatividade do pessoal:


Quadro com a origem das línguas (clique na foto para ficar grande)

No último andar tem um espaço imenso onde tem um anfiteatro que tem palestras… infelizmente não chegamos a tempo. A última palestra é as 17:00, portanto se for perto desse horário suba primeiro e começe a visita de cima para baixo.

Lá você que escolhe o seu trajeto, portato você pode subir e descer quantas vezes quiser.

Fomos para São Paulo a trabalho, mas nada como aproveitar uma cidade com tanta opção de divertimento.

Desta vez resolvemos aproveitar os destinos gastronômicos da cidade… que convenhamos são muitos que se fica até perdido na hora da escolha.

Na hora do almoço resolvemos fazer um passeio ao centro da cidade, mas especificamente o Mercado Municipal de São Paulo.

Confesso que ao chegar me surpreendi, achei que iria achar um prédio todo caído aos pedaços, mas que nada o mercado estava super reformado, com detalhes na estrutura e até os virais estavam inteirinhos, achei demais!!!

Lá dentro existem bancas de frutas super frescas, cafés, bancas de temperos cheirosos e muitos bares e restaurantes com a famosa dupla: pão com mortadela e o pastel de bacalhau.

Vista de cima do Mercadão

Apesar de os bares lá embaixo também vender o famoso lanche resolvemos ir na parte superior do mezzanino. Lá existem vários bares e todos estavam lotados, para conseguir uma mesa para sentar foi um sacrifício, ser atendido então sem comentários, mas o lanche em si compensa…

Parte de cima do mezzanino cheia de restaurantes

O pão de mortadela é sempre enorme e já tem várias variedades da receita original. O pastel de bacalhau também veio super recheado e é enorme.

De sobremesa?? Nada melhor do que descer é comer uma salada com frutas super frescas que qualquer uma das barraquinhas de frutas.

Imagem que vale mais que palavras

A noite resolvemos conhecer uma outra região de São Paulo super tradicional na área da gastronomia: O Bairro do Bixiga.

Na verdade o Bixiga não é um bairro propriamente dito e sim uma região do Bairro Bela Vista, localizado entre as ruas Rui Barbosa, Avenida Nove de Julho e a Rua dos Franceses.

Essa região foi amplamente colonizado por imigrantes italianos, e a partir de então suas fortes crenças religiosa e sua gastronomia se difundiram pelo bairro.

Resolvemos provar a famosa pizza do restaurante Speranza; famoso por trazer ao Brasil a pizza marguerita e o pão com linguiça.




 

Em São Paulo tem tanta coisa para se fazer que muitas vezes se esquece que uma das partes principais da história de um lugar pode ser traduzido em sua culinária.

Update: Experimentamos também o Speranza de Moema. E gostamos mais ainda. A pizza continua maravilhosa, mas o ambiente é muito melhor. O ambiente é mais arejado, maior e com uma decoração muito melhor!!!

Logo logo mais experiências gastronômicas em São Paulo…

* Dhaigo Japanese – restaurante japonês (clique aqui)


Uma das melhores coisas, para mim, de visitar São Paulo é a agenda cultural da cidade. É tão rica, mas tão rica que dá vontade voltar todo final de semana só para dar conta de ir em todas as exposições, shows, feiras, teatros e etc….

Esse final de semana estava lá com o objetivo de ir a um show específico, mas aproveitamos a brechinha (pequenina mas como boa viajante sempre achamos um tempinho para aproveitar o tempo) para ir a uma exposição: a que marca 50 anos da carreira do Rei musica do Brasil: Roberto Carlos.

Não sou fã convicta do cantor, mas não há como negar que ele faz parte da cultura do país, afinal não é qualquer um que permanece nesse meio e com um sucesso como o dele por 50 anos.

O famoso calhambeque

Até dia 8 de maio a exposição de 4 andares que conta a história musical do rei e alguns itens pessoal estará lá no Parque Ibirapuera com adesão de R$ 20,00 (desconto de 10% para clientes Itaú).

Logo na entrada já se vê o famoso Calhambeque Azul do Rei que foi todo reformado ano passado pelo Emerson Fitipaldi!!! Na verdade só ali você já vai gastar um tempão tirando milhares de fotos.

Então se entra em um salão enorme cheio de carros do próprio acervo do cantor, limosine antiga, escort e um triciclo (eu quero um!!) amarelo lindo. Em exposição váriosss premios do cantor, discos de ouro, roupas da época da Velha Guarda, seu piano branco de shows e um cubo com a história de sua carreira.

Vários trofeis imprensa 

 

História do Rei

Subindo um andar se depara com vários lounges super confortáveis e bem montados onde é possível assistir uma série de entrevistas, shows, declarações sobre Roberto Carlos. Bem interessantes. Em dos lounges as cadeiras são em estilos futuristicos, no outro os bancos são lambretinhas, no outro bancos de automóveis antigos e no meio tem várias telas em vidro com banquinhos para assistir.

As lambretinhas lindas

Subindo mais um andar tem uma salinha enorme com vários puffs, cada puff onde se deita tem um alto falante com músicas advinha de quem??? Para quem é fã dá para fica hooooras ali escutando as músicas.

Quando se desce até o último andar (subsolo) tem vários presentes de fãs que ele guardou, um mini studio, uma simulação de um navio para homenagear o Cruzeiro do Rei Roberto Carlos e parte que eu mais gostei…

Simulação do estúdio

Homenagem ao cruzeiro

Para homenagear as rosas que o rei joga para suas fãs no final de cada show, existe um canteiro imenso com milhares de rosas vermelhas plantadas de verdade. Lindo de morrer, um cheirinho delicioso de rosas… ai ai… simplesmente LINDO!!!

O lindo e cheiroso jardim de rosas


Enfim para quem é fã dá para passar simplesmente o dia inteirinho curtindo cada cantinho daquela exposição. Mas mesmo para quem não é aquela fã fervorosa (afinal quem não admira o trabalho de Roberto Carlos??) vale a pena para conhecer um pouquinho mais de sua trajetora e do que fez o seu trabalho fazer ele virar icone de uma geração toda e mais de um pais todo.


Quer falar comigo???

carpediem.blog@hotmail.com

Destinos

Redes Sociais

Twitter Button from twitbuttons.com

O Carpe Diem também faz parte do…

portal
bloglovin

Campanhas!

Mais fotos...