You are currently browsing the tag archive for the ‘Brasil’ tag.

A Serra do Rio do Rastro é uma serra em Santa Catarina muito famosa por suas curvas. Ela esta compreendida entre as cidades de São Joaquim (a mais famosa apesar de ser a mais longe), Bom Jardim da Serra (no topo da serra) e Lauro Miller (no pé da serra).

Essas cidades, devido a alta altitude, são registradas as médias mais baixas de temperatura do Brasil. Lá o tempo é sempre frio, e no inverno há boas chances de nevar.

Há estudos, inclusive publicados na internet, de que a serra do rio do rastro faz parte de uma coluna do Gondwana, aquele supercontinente que era formado por todos continentes que hoje estão separados. Por isso sua importância antropológica é bem significativa.


Na verdade é realmente impressionante a vista, o passeio e tudo… As curvas são realmente sinuosas e dá até um medinho quando você começa a descer. Prefira sempre fazer o passeio descendo a serra, pois assim é possível ver todas as curvas, na subida fica mais difícil visualizar.

A quantidade de carros, caminhões (sim… não sei como mas eles conseguem passar, mas passam), motos em alta velocidade e bicicletas, todos juntos, naquelas curvas estreitas e cravadas na pedra é grande por isso cautela na velocidade e na hora de fazer as curvas, pois a maioria são bem estreitas.

Para nós turistas, a bela paisagem pode ser contemplada bem no começo da serra, no topo dela, onde existe um mirante (local onde foram tiradas as maiorias das fotos do post) e em dias claros e sem neblina é possível ver toda a serra com suas curvas e ainda ver as cidades lá debaixo. O mirante fica em frente ao Rio do Rastro Eco Resort. Durante a descida também existem vários mirantes onde é possível descer do carro para tirar fotos, mas a paisagem mais impressionante é do topo dela mesmo.


A noite a estrada fica ainda mais bonita, toda iluminada e o passeio é, sem dúvida alguma, impressindível… a vista do mirante fica incrível.

A estrada, por ser construída cravada na pedra, possui várias quedinhas de água durante o trajeto (meda!!!) e a noite a maior delas fica toda iluminada, junto com o monumento aos tropeiros. Lindo!!!

Por ser coberta por Mata Atlântica, existe também uma diversidade grande de flora e fauna… em dias claros é bem possível que uma familia de quatis venham visitar os turistas (lembrando sempre que se deve evitar alimentar esse bichinhos)

O único inconveniente é que, por ser uma região muito alta, a incidência de neblina é muito comum e imprevisível. Nós mesmo chegamos numa sexta a noite com uma neblina intensa e densa e acordamos com a mesma neblina. Entretanto após o almoço (cerca de 13:00) o tempo abriu completamente e um dia lindo ficou até o domingo. 

Os moradores das cidades próximas dizem que para garantir uma vista boa da serra é bom bem cedo, lá pela 8:00 – 9:00 da manha ou então após o almoço (13:00 – 14:00). Porém há dias em que a neblina permanece o dia inteiro.

Tenho duas coisas a confessar:

1) Jericoacoara é mesmo o paraíso e ter escolhido como destino para um carnaval calmo foi perfeito.

2) O Hotel Vila Kalango foi uma das surpresas e com certeza ajudou e muito para  o sucesso da viagem.


Na verdade sempre falei que quando fosse para Jeri seria para me hospedar lá e digo que vale e muito. A rede é na verdade de dois hoteis: Vila Kalango e Rancho do Peixe. A primeira fica em Jeri mesmo do ladinho para a duna do por-do-sol e com um visual incrivel bem pertinho do “agito” da cidade (se é que se pode dizer que Jeri tem agito, mas pelo menos dos restaurantes e lojinhas fica) e a segunda fica mais longe e na praia ao lado a Jeri, chamada Praia do Preá. 

A praia do Preá não é tão longe mas a Vila Kalango é muito mais perto de tudo, e a qualquer hora se pode ir a qualquer lugar. E apesar de ser mais agitada não tem a beleza que Jeri tem.


O quarto do hotel é demaissssss… chegamos e sua cama com mosqueteiro e uma cocadinha em cima já te faz sentir em casa. O banheiro é outra atração; o banheiro sem paredes, as toalhas em cima de troncos de árvore, seus cabides rústicos e sua pia em forma de panelão fazem a falta de uma TV nem ser notada. Um aconchego total. Isso que ficamos no quarto mais simples. Além disso as luzes são todas mais escuras para embalar um clima de romance, velas e incensos são trocados toda a noite. E o kit do banheiro é um charme, com produtinhos do spa do hotel (que oferece massagens em uma tendinha no jardim do hotel, cobrados a parte é lógico).


Nos apartamentos confort (aqueles que ficam na parte cima) cabem até 4 pessoas muito confortavelmente, pois o quarto é imenso, o chuveiro fica a céu aberto com direito a uma árvore bem no meio. As palafitas apesarem de não possuir ar condicionado tem um visual que compensa tudo.

O resto do hotel fica todo pé no chão na areia mesmo, o restaurante é divinoooo com uma comida, cafezinho e café da manhão maravilhoso com direito a tapioca, omelete, waffle e tudo o que se tem direito. Ahhh com direito a uma vista incrível do mar e das dunas.


O atendimento é algo fora do série, desde o pessoal da recepção até dos restaurantes e jardineiros te dão bom dia e são super atenciosos. Ahhh e você pode marcar lá mesmo os passeios de buggy ou com guias.

A área da piscina era uma das minhas favoritas. A piscina sempre com água quentinha, não é azul não e sim vermelha que segundo o dono é para não competir com o azul do mar e assim se misturar com as cores do por do sol maravilhoso que se dá bem na frente dela.

Sabe aquele ditado que se diz que em Jeri tem que subir na duna principal e assistir o por do sol??? Para quem se hospeda na Vila Kalango não é na duna que se assiste o por do sol não… e sim na piscina.

Uma das melhores coisas era chegar no fim do dia, cansada de tanto passear e ver lugares, dunas, lagoas e vistas lindas em Jeri e voltar para tomar aquele banho de piscina com novos amigos que fizemos lá mesmo e ficar lá até de noite, assistindo o por do sol de lá mesmo.

INCRÍVEL!!!

P.S.: Quem não aguentar ficar sem TV, tem uma sala de TV com TV a cabo e que raramente está cheio já que não faz falta mesmo e além disso tem internet wireless free.

Pertinho de Porto de Galinhas fica a cidade de Tamandare… Entre na cidade de va em frente…. siga em frente…  em frente… em frente… entre em uma ruazinha de terra… depois um pedacinho de paralelepipedo… siga em frente… em frente… depois no asfalto… depois na rua de terra e finalmente chegara ao Bar e Restaurante Bora Bora na Praia dos Carneiros.

O caminho e dificil, parece que nunca chega mas vou te dizer que vai valer a pena.

Chegando la tem varios bares, decidimos optar pela indicacao do Guia 4 Rodas e ficamos no Bora Bora. E vou dizer que a placa de “Bem vindos ao Paraiso” nao foi propaganda enganosa.

Como chegamos e estava em baixa temporada conseguimos duas espregicadeiras bem de frente para o mar. E ali ficamos aproveitando a praia, o visual e a comida maravilhosa do lugar.


A Praia dos Carneiros é simplesmente SENSACIONAL!!!!!  Tem de tudo que uma praia deveria ter. Agua cristalina, verdinha e limpissima; mar calminho e tranquilo para dar um mergulho ou apenas para relaxar na agua. Coqueiros enfileirados; areia branquinha; e infraestrutura.

PERFEITO!!!!

Não que exista uma variedade imensa de bares e restaurantes mas existem boas opcoes.

Escolhemos o Bora Bora pela localizacao na beirinha a agua. Alem disso os petiscos são porções generosas. Quando voce vai de carro tem que pagar R$ 50,00 por carro para poder entrar (por isso lembre de levar dinheiro), mas calma nao se assuste esse valor e descontado do valor que voce consumir la dentro… E fique tranquilo o lugar la tem tantas delicias que sera impossivel voce nao gastar esse valor.

Enfim… achamos o paraiso e fica ai a dica para curtir um dia tranquilo, gostoso, com um visual incrivel.


Em Garopaba no inverno (entre julho e outubro) as baleias francas da Antartica migram para  acasalar e amamentar seus filhotes.

Ha um super controle e proteção dessas baleias que chegaram a beira da extinção por causa das Armações que existiam nas cidades do sul de SC. Os baleeiros cacavam as baleias adultas para obter o oleo de baleia a partir de sua gordura; esse oleo era usado nas construcoes e ate para gerar energia.

Hoje elas sao protegidas pelo Projeto Baleia Franca (www.baleiafranca.org.br) e junto com a Vida, Sol e Mar turismo realiza esse passeio maravilhoso!!!! Sempre cuidando com o bem estar das baleias.

Nosso passeio na verdade quase foi cancelado por causa do mal tempo e eu estava quase me arrependendo de nao ter feito o passeio um dia antes em que o sol estava lindo e brilhando no ceu; bem diferente do tempo que estava fazendo.

Mas no fim o passeio nao foi cancelado, assistimos uma palestra sobre as baleias por biologos do projeto e embarcamos em barco inflavel mas nao sem antes nos equiparmos inteiros o que inclui colete salva vidas e uma vestimenta amarela ovo.

Tudo e feito para que as baleias nao sejam incomodadas, o motor do barco e desligado assim que avistamos algumas baleias e so e religado a partir do momento em que a baleia ja se encontra longe, ao chegarmos perto nada de barulhos no fundo do barco, pois elas tem uma audicao muito grande e isso pode pertuba-la.

Mal embarcamos chegamos na praia ao lado (Praia do Siriu) e ja avistamos as primeiras: mae e filhote. Como o mar estava ultra calmo elas se encontravam muitooooo perto da praia. Seguimos para a proxima praia e onde veio a maior surpresa.

Logo avistamos 4 baleias: mae e filhote bem proximo do nosso barco mas que foram embora assim que nos avistaram e outra mae e filhote bem longe que do nada e por curiosidade (dizem que essas baleias sao extremamente curiosas) vieram em nossa direcao. Sim!!! Chegaram taoooo perto que quase conseguimos toca-los e chegaram inclusive a bater no nosso barco (levemente!!) e passar por baixo do barco.

Para começo de temporada.. foi surpreendente e emocionante!!!!!


Quer falar comigo???

carpediem.blog@hotmail.com

Destinos

Redes Sociais

Twitter Button from twitbuttons.com

O Carpe Diem também faz parte do…

portal
bloglovin

Campanhas!

Mais fotos...