Dia dos namorados, aqui em casa, o marido faz questão de organizar tudo. Sempre é uma surpresa o lugar do jantar, ou o passeio, ou a viagem… enfim, fico sabendo apenas quando chego no lugar. E esse ano adorei ainda mais a surpresa por ser algo que queria fazer a muito tempo: fizemos um passeio noturno com o único trem de luxo do Brasil seguido de um jantar caseiro e delicioso em uma casa centenária em Piraquara (região metropolitana de Curitiba). 

Sim, o Brasil tem um (único!) trem turístico de luxo e fica aqui mesmo em Curitiba. São apenas 2 vagões com decorações diferentes inspirados em Foz e Copacabana, todos com móveis vintages garimpados em brechós e iluminação baixa propício para o romance. Tudo muito charmoso.

Vagão Foz

O trem opera diversas rotas: a famosa até Morretes (também tem a opção mais simples do trem que já fizemos aqui) operando todo sabádo, domingo e feriados de manhã, uma que vai de Curitiba a Foz e funciona duas vezes por mês (cheque o itinerário e datas aqui) com pernoites em hotéis e o passeio noturno, que fizemos, uma vez por mês.

O passeio inicia-se as 20:00 hrs em ponto na Rodoferroviária de Curitiba (aquela que fica atrás da Rodoviária), mas chegue antes, você vai precisar trocar o seu voucher (que pode ser adquirido por email ou por telefone) pela passagem e aproveite para apreciar um coquetel regado a champagne e música ao vivo para brindar o passeio. 

Na estação em Piraquara

A logística dos vagões são exatamente a mesma, 1 gabine para 4 pessoas e cerca de 9 para 2 pessoas sendo que 4 delas são com sofá de veludo e as outras apenas com poltronas, na hora de reservar o passeio tente solicitar por lugar com sofá, é muito mais gostoso e confortável. No nosso caso tivemos sorte, mesmo sem solicitar ficamos em um sofá, mas acho que é melhor não arriscar. Em cada vagão tem um bar onde é servido (e incluso no ticket) chá, café e água.

O passeio dura 45 minutos até chegar na estação de Piraquara, onde, do outro lado da rua, está o restaurante Obra Prima.

O restaurante fica em uma casa cheia de história, construída em 1923 pelo português e grande comerciante e industrial da época, Antônio Meirelles Sobrinho, construiu essa casa para servir de moradia (andar superior) e comércio no térreo. Antônio foi um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento da região de Piraquara (antigamente chamada de Vila Deodoro) e por isso essa casa tem grande importância histórica.

Antiguidades espalhadas pelo restaurante

Música ao vivo, cardápio gostoso e variado com muita opção de salada, carne, peixe, frango e até  barreado, famoso prato típico da região, e uma pequena mas muito boa seleção de vinhos.

Área do Buffet

A decoração conta com muitos móveis e objetos antigos que remetem a um ar de nostalgia da época de ouro dos trens no Brasil e te faz viajar no tempo.

Mais Antiguidades…

Depois de duas horas, para apreciar bem o jantar, é hora de voltar ao trem. Nessa hora eles invertem o vagão do passeio (apesar da poltrona permanecer a mesma) para você conhecer ambos ambientes, iniciativa que achei bem legal.

Vagão Copacabana, o meu preferido, na minha opinião o mais estiloso e charmoso

O passeio é realmente muito legal e romântico, ideal para casais e comemorações como dia dos namorados; mas confesso que fiquei com mais vontade ainda de fazer o passeio de dia até Morretes para apreciar a vista com mais exclusividade (já que são poucas pessoas) e conforto.

No caminho de volta fomos apreciando o vinho que sobrou do jantar