Estava me enrrolando para escrever os posts sobre Tóquio, mas depois da matéria do Fantástico domingo (sobre mega-metrópolis, alguém assistiu?!) me deu uma saudade daquela cidade.

Ao desembarcar no aeroporto de Narita, a nossa maior preocupação era como chegar até o nosso hotel, que ficava no bairro movimentadíssimo de Shibuya.

Chegamos… mas e agora?!?!

Tinhamos pesquisado 2 formas: metrô (afinal tem um metrô praticamente dentro do aeroporto e nosso hotel ficava a uma quadra do metro de Shibuya) ou então o que eles chamam de Airport Limousine (que nada mais é do que um ônibus que para em certos hoteis). Escolhemos o ônibus pelo fato de ser mais cômodo mesmo (apesar de ter que desembolsar cerca de U$ 30,00 cada não teriamos que ficar lidando com mala pesada em troca de metrô lotado).

Até que acho que fizemos a escolha certa pois a primeira impressão do metrô de Tóquio foi desesperador. 

Não pela dificuldade de andar nele… por que pelo contrário, o metro de lá é super fácil de andar e te leva para praticamente TODO o canto de Tóquio numa pontualidade incrível, mas sim pela quantidade de gente andando.

Aliás em Tóquio é tudo assim: LOTADO!!! Para onde você olha tem uma multidão de gente andando e para tudo o que é lado no que em outros países seriam o caos e a desorganização; mas por lá por incrível que pareça tudo é MUITO organizado, limpo, as pessoas são educadas e apesar de tudo ser lotado e cheio de gente todo mundo é muito cordial e educado.

Nos metrôs que são sempre muito pontuais (até nos segundos) ninguem entra no vagão antes do pessoal de dentro sair e se está muito lotado eles empurram mesmo, mas não machucam ninguém.

Apesar de tanta gente no metrô ao entrar no mesmo, cada um passa a respeitar o espaço do outro. Ninguém fala no celular para não atrapalhar a leitura do outro; ninguém escuta música alta para não atrapalhar a conversa do outro; aliás o celular nos trens devem estar no minimo no vibracall e se você quiser falar com alguém via celular somente através de mensagens. (Aliás eles olham feio messsmo se você fala no celular no metrô).

Outra coisa que não tem como negar em Tóquio são as placas luminosas, para tudo o que é lado. Todas as lojas tem sua placa luminosa principalmente em centros de grande concentração de lojas e além disso música e cada loja tocando uma música diferente.

Sinais luminosos e a multidão de gente na rua

Bom tudo é muito diferente mas é muito bom você se sentir seguro mesmo numa multidão de pessoas, saber que se você se perder mesmo não falando a lingua nativa vão te ajudar; saber que você consegue se virar tranquilamente através de transporte público.

Tóquio é uma das cidades que com certeza moraria.


Anúncios